As estratégias digitais de Juliette

Big Brother Brasil - o famoso BBB - é um programa produzido pela rede Globo que vem conquistando um espaço na memória e no coração de milhares de brasileiros desde 2002. O confinamento de pessoas de diferentes idades, culturas e regiões se deve pela busca do prêmio final de R$1,5 milhão, passando por diversas situações sociais que geram entretenimento de sobra para seus telespectadores - e, nas últimas edições, muito mais que simples diversão.


De alguns anos para cá, saber o que está acontecendo na casa mais observada do Brasil se tornou algo que vai muito além de gostar ou não do programa. Durante a edição de 2021, foi comum acessar o LinkedIn e encontrar artigos explorando cada um dos acontecimentos, fosse de brand/product placement ou até mesmo de reflexões perante conflitos entre os participantes, que abordaram discussões sobre racismo, LGBTQIA+fobia e xenofobia. É possível partirmos do BBB e divagarmos sobre os mais diversos temas do vasto universo da comunicação: houve crise de imagem, estratégias de posicionamento e muita, muita presença digital, das marcas e dos participantes.


Se o BBB 21 foi a edição das marcas (mais de 196 ações no canais lineares da Globo e 537 ações no meio digital), Juliette foi a queridinha delas. Nascida em Campina Grande (Paraíba) e com 31 anos hoje, a participante se destacou ao longo do programa e se mostrou uma grande aposta para o universo da publicidade - mesmo antes da final, já tinha contrato fechado com a agência BPM Comunicação. Mas afinal, além dos traços de sua personalidade e da forma como agiu e se relacionou ao longo do programa, o que fez a paraibana conquistar seus mais de 29 milhões de seguidores no Instagram e todo seu engajamento? (números extraídos em 17 de maio de 2021).


Hoje, podemos afirmar que Juliette é um fenômeno digital: a mesma alcançou 1 milhão de likes no Instagram em menos de três minutos, passando na frente da até então recordista cantora estadunidense Billie Eilish. Segundo um relatório do MLabs (ferramenta de gerenciamento de redes sociais), em março, com mais de um mês para o programa acabar, a taxa de engajamento de sua conta era de 7,6% - se formos comparar com outras mulheres com grande presença digital, Anitta tem 1,7% e Beyoncé 1,2%. Páreo a páreo com grandes celebridades, sua equipe fez uma construção minuciosa no ambiente digital para colocá-la em tal posição: nenhum destes números impressionantes foram alcançados sem uma base sólida.


Apelidados de “cactos”, sua equipe (que cresceu ao longo do programa) e seus fãs são liderados por Huayna Tejo e Maria Tereza Falcão como Head de Social Media. As mesmas foram responsáveis por criar uma imagem sólida e instigante da campeã da edição de 2021 no Instagram, Twitter, TikTok, Facebook e grupos no Telegram. O conceito chave para a produção de seu conteúdo foi o Storytelling: todas as postagens contaram com uma narrativa consistente e única, o que tornou toda a experiência de acompanhar a participante ao longo da edição mais pessoal e cativante para o público.


A constância de postagens também é um traço que merece ser destacado, fosse um conteúdo com imagens do próprio programa ou vídeos e fotos da vida de Juliette pré BBB, os seus seguidores eram sempre alimentados. Sua equipe também não deu pontos sem nó: tudo que foi compartilhado reforçava a imagem carismática e sensata que foi construída ao redor da participante, sem contar com a valorização das suas raízes paraibanas. Muitas das afirmações realizadas pela participante vinham acompanhadas de fotos e vídeos antigos que justificam suas falas. Tudo isso corroborou para que fosse comunicada com verdade e coerência para o público.


Também houve uma forte interação com a sua torcida: eram realizadas repostagens de celebridades apoiando Juliette, de músicas feitas para a participante e de fãs expressando seu amor. Mesmo confinada em uma casa por 100 dias, Juliette conseguiu estar próxima de cada um de seus simpatizantes.


Todo este impacto fez dela o sonho de centenas de marcas. Uma pessoa que é gravada 24 horas por dia durante 100 dias e agrada ao ponto de ser recordista no número de votos da final do programa apresenta um trunfo para ações publicitárias. Juliette entrou anônima e hoje é uma figura pública que se desenrola no mundo online e offline com altos níveis de carisma, autoconfiança e comprometimento.


Muitos estão ansiosos para os próximos passos da campeã do Big Brother Brasil 21. Será que sua presença está consolidada o suficiente para que ela se mantenha relevante mesmo fora do programa? Ou será que esse é mais um dos casos de amor passageiro do público? São muitas possibilidades mas algo é certo: Juliette e sua equipe construíram uma imagem que pode ser muito bem utilizada no universo da comunicação.




50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo