A Metodologia Golden Circle

Personalidades que marcaram o mundo dos negócios por meio de sua perspicácia e suas formas inovadoras de pensar e agir transitam recorrentemente pela mente de grandes e pequenos empreendedores. Entender o que estava por trás de decisões feitas por figuras como Steve Jobs, Luíza Trajano, Bill Gates, Vera Wang, Jeff Bezos e outros nomes emblemáticos pode não ser uma tarefa bastante simples, mas há algo que todos estes grandes nomes têm em comum e pode ser a porta de entrada para muitos aprendizados: todos começam pelo “porquê”.


Quando pensamos na base de um negócio, costumamos recorrer ao famoso trio “missão, visão e valores”. É importante ressaltar que construir e desenvolver uma empresa a partir destes itens não deixa de ser uma estratégia sagaz. Porém, é possível sair desse local comum e revolucionar a forma de crescer nos dias atuais.


Simon Sinek é um grande nome no mundo do empreendedorismo e possui um dos TED Talks mais vistos até hoje, chamado “Como grandes líderes inspiram ação”. Em sua palestra, remodelou a forma como muitos observam o mercado quando sistematizou a maneira como grandes líderes pensam, agem e se comunicam, tornando-se o precursor da Metodologia Golden Circle. Desta forma, milhares de pessoas começaram a entender o que faz algumas empresas serem muito mais inovadoras, rentáveis e influentes: elas agem de dentro para fora do círculo. Mas, afinal, como funciona este sistema e como ele pode ser capaz de promover o sucesso de uma organização?



O Golden Circle é composto por três camadas: a mais externa (what/o que) é a mais simples e, basicamente, se refere ao que a empresa vende - seu produto final, que também pode ser um serviço. Adentrando o círculo, a camada do meio (how/como) engloba as ações que a empresa realiza para alcançar seus objetivos e exercer sua missão. Por último, temos a camada nuclear (why/por que), que representa a alma, o propósito, o objetivo. A ideia central desta metodologia é começar de dentro para fora: por que? Como? O que?


Muitas empresas se perdem e acabam realizando uma atividade muito comum - ir de fora para dentro. Assim, é sempre comunicado o produto final, com pouca atenção voltada à forma como a empresa desenvolveu o que está oferecendo. Um reflexo deste tipo de mensagem é a falta de diferenciação e destaque do negócio como um todo, afinal, o que ele tem de especial não está sendo transmitido para o público.


Se uma empresa comunica algo do tipo “nós fazemos ótimos produtos eletrônicos, desenvolvidos com tecnologias inovadoras e que contam com um belo design e usabilidade” e outra do mesmo setor traz algo como “nós acreditamos em desafiar o status quo em todas nossas atividades, fazemos isso por meio da entrega de produtos com um belo design e usabilidade, oferecemos tudo isso através de produtos eletrônicos” qual mensagem gera mais impacto? Qual mais induz à compra? É normal que empresas caiam na armadilha de se comunicar como o primeiro exemplo, porém, a segunda opção vende exatamente o mesmo produto mas, acima de tudo, comunica propósito e inspira.


“As pessoas não compram o que você faz, mas o porquê do que faz”.

-Simon Sinek



Normalmente a proposta desta metodologia causa um certo estranhamento, pois ela propõe que seja feito justamente o oposto do que muitos vêm fazendo, mas é essa a chave para o sucesso do Golden Circle: fazendo diferente, o empreendedor é capaz de se destacar no mercado.


É uma forma de comunicar que cabe nas mais diversas proporções: pode ser utilizada desde um pequeno negócio que está começando a ser construído, até uma renomada multinacional. Começar pelo porquê é uma estratégia que se aplica para startups, multinacionais, entidades sem fins lucrativos e até mesmo para a política!


Através da simplicidade e do foco no que realmente importa, pessoas criaram negócios que se tornaram um marco. Refletir e entender quais são as estratégias usadas por grandes empreendedores é uma postura que traz sucesso para seu negócio! O porquê de uma empresa é o que a conecta, de forma genuína, ao público e a outras empresas. Organizações que causam um impacto no mundo dos negócios são fortes porque tem uma cultura e um porquê extremamente claros!



- Julia Chassot

46 visualizações0 comentário